domingo, 10 de agosto de 2008

Chuva dominical


Nos domingos mais tristonhos
turbulentos de quietude
É a densidade dos meus sonhos
que me devolve a juventude.

Um comentário:

Ninguêm disse...

poemas interessantes...